1º de outubro – Dia do Idoso: Cuidados com a visão dos idosos

idade-pessoa-idosaHospital de Olhos de Blumenau orienta os idosos a proteger a visão e realizar consultas oftalmológicas regulares

Os idosos inspiram cuidados de um modo geral. Quando se chega à terceira idade, o organismo passa por diversas mudanças e, consequentemente, ocorre o aparecimento de algumas doenças.

Entre as alterações relacionadas à idade estão as dos cinco sentidos: visão, audição, olfato, paladar e tato. E a visão requer um cuidado redobrado, pois é um dos sentidos que mais sofre com doenças. Por isso, ao comemorar o Dia do Idoso nesta terça-feira, dia 1º de outubro, os médicos do Hospital de Olhos de Blumenau orientam que todos os idosos façam consultas regulares com o oftalmologista.

As pessoas idosas são aquelas com mais de sessenta e cinco anos, condição esta determinada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que os caracteriza como grupo da terceira idade.

A visão pode ser afetada em diferentes aspectos como percepção de cores, campo visual, visão noturna, visão de perto, de longe e as principais doenças são catarata, glaucoma e degeneração macular relacionada à idade (DMRI):

Catarata - consiste na opacidade parcial ou total do cristalino causando embaçamento visual que pode acarretar cegueira;

Glaucoma - grupo de doenças que atinge o nervo óptico e envolve a perda de células da retina. Se não for tratado, o Glaucoma pode inutilizar o disco óptico da retina atrofiando o campo visual e resultando em visão subnormal e até cegueira;

Degeneração macular relacionada à idade (DMRI) - doença degenerativa da retina que provoca perda da visão central e leva à cegueira.

A ocorrência dessas doenças, além de dificultar as tarefas básicas que as pessoas fazem diariamente tem potencial para motivar desordens psicológicas tais como a depressão. Se você tem um idoso em casa cuide para que seu familiar esteja bem assistido e para que possa desfrutar das vantagens de uma terceira idade cheia de saúde e tranquilidade.

Se a baixa visão compromete a autonomia do indivíduo, consequentemente prejudica sua qualidade de vida. O idoso que enxerga mal tem dificuldades nas tarefas diárias, como cozinhar, ler, assistir televisão, ir ao cinema, pegar ônibus e, os que ainda trabalham, poderão ter diminuição do rendimento.

Também aumentam os riscos de queda, atropelamento, uso trocado de medicação ou dosagem errada. Muitas vezes a baixa visão acarreta o isolamento e a depressão, afastando o indivíduo do convívio social, transformando-o de aliado em fardo frente às necessidades da família.

Por isso, para envelhecer bem, é necessário que a pessoa, ainda na idade adulta, pratique esportes de acordo com sua capacidade física, mantenha uma alimentação saudável e de qualidade, participe de programas de integração social, mantendo relacionamentos com outras pessoas de sua idade, pratique atividades produtivas, etc.

A data
O Dia do Idoso é comemorado no Brasil no dia 1º de Outubro e tem como objetivo a valorização do idoso.

Até 2006, esta data era celebrada no dia 27 de Setembro, porém, em razão da criação do estatuto do idoso em 1º de Outubro, o Dia do Idoso foi transferido para esta data de acordo com a lei número 11.433 de 28 de Dezembro de 2006.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são 14,5 milhões de idosos no Brasil, o equivalente a 8,6% da população total do País.