Catarata

Quando a lente natural que possuímos dentro do olho, desde o nascimento, se torna leitosa, não deixando mais que a luz passe por ela. É o processo de opacificação do cristalino, lente natural do olho, normalmente incolor e transparente, que tem como objetivo focalizar os objetos que enxergamos. A Catarata é a maior causa de cegueira tratável no mundo.

Causas

A catarata está relacionada com a idade, porém, pode surgir por: senilidade, problemas congênitos, traumatismo, defeitos metabólicos ou uso de medicamentos.

  • Senilidade: É a causa mais comum para o aparecimento da catarata, relacionada à idade, ocorre, em geral, após os 60 anos;
  • Problemas Congênitos: A criança nasce portadora da doença devido a infecções intrauterinas ou má formação do globo ocular;
  • Traumatismo: Após um acidente ocular, mesmo que não haja perfuração do olho, o trauma pode provocar a opacificação do cristalino;
  • Defeitos Metabólicos: Podem ser provocados pela diabetes, levando a uma perda visual mais rápida em relação à catarata senil;
  • Uso de Medicamentos: Como o corticóide, que, por longos períodos, pode ocasionar catarata.

Sintomas

Os primeiros sintomas são as flutuações da visão, que se torna mais embaçada em determinados momentos. A visão começa a piorar gradualmente. Objetos podem aparecer amarelados, embaçados ou distorcidos. O dia parece estar enfumaçado.

Outros sintomas comuns são: halos ao redor das luzes à noite, aumento da miopia, visão dupla ou sombras na visão. Em casos avançados, a catarata pode ser vista no centro da pupila como uma mancha branca ou amarelada.

catarata_cirurgiaTratamentos

O único tratamento eficaz para a catarata é a cirurgia, que se subdivide em: Extração Extracapsular e Facoemulsificação, ambos com implante intraocular de lente. Apenas em raras exceções as lentes não podem ser implantadas, como nos casos de doenças oculares graves associadas.

  • Extração Extracapsular: neste procedimento, o cirurgião faz uma grande incisão no limbo corneano para remover a cápsula anterior, retirar o cristalino e substituí-lo pela lente;
  • Facoemulsificação: é a técnica cirúrgica mais avançada para a correção de catarata. É feita uma pequena abertura na córnea, através da qual a catarata é emulsificada e aspirada ao mesmo tempo. Após a retirada do cristalino opacificado, é colocada uma lente intraocular para compensar o grau do cristalino normal.

Cuidados Pré-Operatórios

  • Não utilizar lente de contato conforme a orientação médica (se usar);
  • Não usar nenhuma maquiagem ou creme no rosto no dia da cirurgia;
  • Tomar banho e lavar bem a cabeça e o rosto. Não utilizar perfume no dia da cirurgia;
  • Fazer sua última refeição oito horas antes da cirurgia;
  • Se estiver tomando algum remédio, tomá-los conforme recomendação da consulta pré-anestésica;
  • Evitar o contato com pessoas que tenham conjuntivite;
  • Evitar o contato com pessoas que tenham rubéola, sarampo ou catapora;
  • Evitar o contato com animais;
  • Quando for convênio, não esquecer de trazer a guia de seu convênio devidamente liberada, em mãos;
  • Traga todos os exames laboratoriais e de avaliação clínica;
  • Chegar com antecedência para a cirurgia;
  • É importante estar acompanhado a um adulto ao vir e ao deixar a clínica;
  • Deixar objetos de valor em casa (relógios, brincos, colares, etc.).

Instruções Pós-Operatórias

Recomenda-se:

  • No primeiro dia após a cirurgia, repouso, não comprimindo o olho operado ao deitar;
  • O uso de óculos escuro (obter antes da cirurgia);
  • Evitar movimentos bruscos com a cabeça, não levantar nenhum tipo de peso;
  • Usar os medicamentos receitados na dose e hora correta. Não alterar, nem parar sem a ordem expressa de seu médico;
  • Lavar as mãos antes de pingar os colírios e utilizar corretamente os colírios prescritos procurando não encostar no olho;
  • Utilizar lenços de papel descartável;
  • Fazer repouso nos três primeiros dias de cirurgia (evitar sair de casa);
  • Dormir com o tampão na primeira semana conforme a orientação médica;
  • Higiene, mantendo os olhos limpos com água corrente e sabão neutro;
  • Manter os olhos fechados após a cirurgia, facilita a recuperação pós-operatória;
  • Não coçar o olho;
  • Não esfregar qualquer tipo de material no olho, protegendo-o contra qualquer tipo de trauma durante três meses;
  • Em caso de dor e olho vermelho (tipo congestionado) ou qualquer outro tipo de sintoma, comunicar-se com o médico;
  • Comparecer fielmente às consultas marcadas para acompanhamento do pós-operatório, pois elas são de extrema importância.

Evitar:

  • Evitar ambientes quentes e poluídos, poeira, vento, shampoo e sabão no olho operado;
  • Banhos de piscina, sauna, águas paradas;
  • Exposição ao sol;
  • Dormir do lado operado;
  • Contato com poeira ou produtos químicos;
  • Contato próximo com crianças ou animais;
  • Uso de maquiagem por três meses no nível dos olhos;
  • Trauma direto nos olhos;
  • Ingerir bebida alcoólica.

 

Conheça os especialistas da área:

 

 

Clique AQUI e saiba mais sobre a Catarata