Cirurgia de Pálpebras

plastica_ocular_p_ Revista_Unimed_nr_62Vários fatores como idade, textura da pele, distúrbios da acuidade visual e problemas emocionais podem deixar sequelas na região das pálpebras.

Muitas vezes esse problema estético está relacionado a outros fatores clínicos (olheiras, edemas, etc.), não estando indicado qualquer tipo de cirurgia.

Diferentes técnicas cirúrgicas podem ser aplicadas para corrigir os excessos de pele, gordura e a flacidez muscular, restabelecendo uma aparência mais jovem e, em alguns casos, podendo melhorar o aspecto funcional e até a visão, com remoção do excesso de pele que pode estar comprometendo o campo visual.

Oculoplástica

É a especialidade cirúrgica da Oftalmologia, muito diversificada, abrangendo tanto a área palpebral como as vias lacrimais e a órbita (partes moles e parte óssea).

Blefaroplastia

Cirurgia de pálpebra, utilizada para remoção de “bolsas” na parte inferior dos olhos e, também, na retirada do excesso de pele que se acumula sobre os olhos com a idade provocando, em alguns casos, dificuldade e diminuição do campo de visão.

Quem pode realizar a cirurgia?

Os melhores candidatos são os pacientes saudáveis, estáveis emocionalmente e motivados. O risco pode ser maior em pacientes com pressão alta sem controle, com algumas doenças da tireóide e portadores de olhos ressecados.

Cicatrizes

Sendo a pele das pálpebras de espessura muito fina, as cicatrizes tendem a ficar praticamente disfarçadas nos sulcos da pele, o que ocorre após três meses com a maturação da cicatriz. Em pacientes que só necessitam remoção de bolsas de gordura da pálpebra inferior, as incisões podem ser realizadas na parte interior da pálpebra, deixando uma cicatriz invisível.

Pós-Operatório

Normalmente não há dor. Mesmo que ocorra uma sensibilidade maior ou pequenos surtos de dor, esses poderão ser minimizados com o uso de analgésicos comuns.

Tipos de Cirurgia

  • Reconstrutiva: trata os tumores da pálpebra;
  • Reparadora: trata os ferimentos e as más posições palpebrais;
  • Ptose: trata a pálpebra caída;
  • Retrações: trata as alterações palpebrais geralmente relacionadas à tireóide;
  • Estética: a pálpebra é, muitas vezes, o primeiro local do rosto a mostrar os sinais de envelhecimento.

Conheça os especialistas da área: