Hospital de Olhos de Blumenau realiza campanha de prevenção da cegueira – Combate ao Glaucoma!

De acordo com o calendário do Ministério da Saúde, dia 26 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, doença degenerativa e progressiva, que causa aumento da pressão do olho e atinge diretamente o nervo óptico, podendo levar à cegueira, muitas vezes sem apresentar sintomas.

Para comemorar a data e alertar a população, o Hospital de Olhos de Blumenau realizará a 4ª edição da Campanha de Alerta ao Glaucoma, que pretende instruir a comunidade Blumenauense quanto aos riscos da doença.

A ação será realizada no sábado 1º.06, no Shopping Neumarkt (2º piso, próximo ao Empório Magnani), das 12h às 20h. Estará presente no local uma equipe formada por médicos e colaboradores do Hospital de Olhos, que se habilitará a esclarecer as dúvidas da população, bem como realizar testes gratuitos, incluindo a avaliação da pressão intraocular.

 

Glaucoma

O Glaucoma é uma doença degenerativa e progressiva, que atinge o nervo óptico (responsável pela nossa visão) e está relacionada a pressão do olho, sendo uma das maiores causas de cegueira irreversível do mundo. Na maioria dos casos, progride lentamente e quando é diagnosticado já está em estágio avançado. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 12,3% dos casos de cegueira no mundo, estão relacionados ao Glaucoma. No Brasil, estima-se em cerca de 1 milhão os casos da doença, com incidência de 2 e 3% na população acima de 40 anos, de acordo com dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Dos cerca de 1 milhão de glaucomatosos, 50% ou mais não sabem que são portadores da doença. A estimativa é que até 2020 o glaucoma deverá atingir 80 milhões de pessoas em todo o mundo.

Ao contrário do que ocorre com a catarata, a cegueira provocada pelo glaucoma é irreversível – e silenciosa, pois a forma mais comum da doença não apresenta sintomas. Contudo, na maioria dos casos, o glaucoma atinge os dois olhos e é a herança genética que influencia no aparecimento da enfermidade. Pessoas com mais de 40 anos, com histórico familiar da doença, afrodescendentes, pacientes com pressão do olho elevada tem pré-disposição para a doença e devem se submeter a um exame oftalmológico regularmente.

Consultas com o oftalmologista podem fazer o diagnóstico precoce e avaliar os riscos de desenvolver a doença no futuro, aumentando a eficácia de seu tratamento.

Glaucoma-2005