Plástica Palpebral e Autoestima. Saiba mais sobre essa relação na reportagem da Dra.Marta Duwe!

Nossa aparência física pode influenciar imensamente a maneira como nos sentimos a respeito de nós mesmos. Nosso rosto muda a medida que vamos nos tornando cada vez mais velhos. As mudanças na aparência das pálpebras, como sobra de pele e herniação de bolsas de gordura, podem se converter numa fonte de frustração para algumas pessoas se elas as associarem a uma perda de atratividade, associada direta ou indiretamente a perda de possibilidades.

Os olhos são, provavelmente, a unidade estética mais importante no corpo humano. Quando a região dos olhos parece fresca e brilhante, a pessoa como um todo apresenta uma aura de saúde, vitalidade e juventude. O contrário ocorre quando os olhos se apresentam cansados, tristes ou envelhecidos. Assim, a região orbitopalpebral assume importante papel na nossa expressão. Notamos que, usualmente, as alterações causadas pelo envelhecimento são percebidas primariamente ao redor dos olhos. 

Jovem Velha

mariviva.blospot.com.br

A Oculoplastia (área de atuação de especialistas oftalmologistas que se dedicam à cirurgia plástica da região periocular) se preocupa em recuperar a capacidade funcional anatômica, associada a melhora estética das pálpebras.

Atualmente, existem diversas técnicas com diferentes princípios para corrigir as deformidades palpebrais que aparecem com o processo de envelhecimento.  E felizmente, a área dos olhos oferece maior oportunidade de melhoria estética que qualquer outra parte da face, talvez até do corpo1.

1. Flowers RS, Duval C. Blepharoplasty and periorbital aesthetic surgery. In: Aston SJ, Beasley RW, Thorne CHM, eds. Grabb and Smith’s Plastic Surgery. 5th ed. Philadelphia: Lippincott-Raven Publishers; 1997. p. 609-32.

escolhida22

Dra. Marta Duwe
Médica oftalmologista
Cirurgia Plástica Ocular
CRM-SC 11748 / RQE 7545