CIRURGIA DE ESTRABISMO

Estrabismo

É o desalinhamento ocular. Pode estar presente na fase da infância e em adultos, como resultado de diabetes, doenças neurológicas ou traumatismos na cabeça.

Tipos de Estrabismo

Quando o olho é voltado para dentro, ou seja, para o nariz, é chamado de estrabismo convergente ou esotropia.

Quando o olho é voltado para fora, ou seja, para a orelha, é chamado de estrabismo divergente ou exotropia.

Quando o olho é voltado para cima, para testa, ou para baixo, para o lado das bochechas, é chamado de estrabismo vertical, hipotropia ou hipertropia.

Pode haver combinações entre estes, sendo o estrabismo horizontal e vertical ao mesmo tempo. Por exemplo, o olho ser voltado para cima, porém voltado para o nariz.

Dentre estes tipos, podemos também evidenciar:

Alternante: quando o desvio alterna-se de um olho para o outro (ora o direito, ora o esquerdo). Intermitente: quando há variação de alinhamento e desvio (ora com desvio, ora sem desvio), ocorrendo com mais frequência nos estrábicos divergentes.

Tratamento

O tratamento vai variar dependendo do tipo de estrabismo, da idade de início, da qualidade da visão dos olhos e diversos outros fatores.

Nem sempre o tratamento é cirúrgico, podendo incluir: óculos, tampão e prismas, às vezes todos eles combinados ou não.

A cirurgia de estrabismo geralmente é realizada encurtando um músculo ou reposicionando a sua inserção no olho.

Somente um oftalmologista pode recomendar a terapia adequada.

Open chat