Saiba mais sobre o Diabetes e como essa doença pode prejudicar a visão

Não deixe que o diabetes te impeça de guardar o que há de melhor através dos seus olhos.

Dia 14 de novembro é o dia Mundial do Diabetes. Compartilharemos importantes informações sobre o tema. Acompanhe!

Diabetes

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz.
Mas o que é insulina? É um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia.

Quando a pessoa tem diabetes, no entanto, o organismo não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente. O nível de glicose no sangue fica alto –  a famosa hiperglicemia. Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Seus olhos registram todos os melhores momentos que você viveu até hoje. O diabetes, no entanto, pode te impedir de guardar esses momentos. Não deixe que isso aconteça.

Diabetes x Olhos

O diabetes é uma doença complexa e progressiva que afeta os vasos sanguíneos do olho. Um material anormal é depositado nas paredes dos vasos sanguíneos da retina, que é a região conhecida como “fundo de olho”, causando estreitamento e às vezes bloqueio do vaso sanguíneo, além de enfraquecimento da sua parede, o que ocasiona deformidades conhecidas como microaneurismas. Esses microaneurismas frequentemente rompem ou extravasam sangue causando hemorragia e infiltração de gordura na retina. A retinopatia pode levar a uma perda parcial ou total da visão.

Fique de olho nas próximas publicações. Abordaremos um pouco mais sobre Retinopatia Diabética.

Retinopatia Diabética

A retinopatia diabética se caracteriza pelo acúmulo de açúcar nos vasos sanguíneos que irrigam a retina. Este acúmulo vai aos poucos deteriorando as células, que ficam mais permeáveis e acabam formando edemas na retina. Além disso, ocorre acúmulo de material na parede dos vasos, levando a um bloqueio da passagem de sangue até que ocorra um vazamento (hemorragia). Tais lesões podem levar à distorção das imagens captadas pela retina, que é a parte do olho responsável pela captação da imagem e seu envio ao cérebro.⠀

Vale lembrar ainda que não se trata de uma doença ligada à idade. A retinopatia atinge também adolescentes e adultos jovens, caso eles não controlem bem a taxa glicêmica.⠀

Além disso, os diabéticos apresentam um risco de perder a visão 25 vezes maior do que as que não portam a doença. A retinopatia diabética atinge mais de 75% das pessoas com diabetes há mais de 20 anos.

14.11 – Dia Mundial do Diabetes

Conheça os tratamentos para o diabetes e retinopatia diabética

O controle cuidadoso do diabetes com uma dieta adequada, uso de pílulas hipoglicemiantes, insulina ou com uma combinação desses tratamentos, prescritos pelo médico endocrinologista, são a principal forma de evitar a retinopatia diabética.

Fotocoagulação por raio laser: é o procedimento pelo qual pequenas áreas da retina doente são cauterizadas com a luz de um raio-laser na tentativa de prevenir o processo de hemorragia. O ideal é que esse tratamento seja administrado no início da doença, possibilitando melhores resultados, por isso é extremamente importante a consulta periódica ao oftalmologista.

Outra forma de tratamento é a Injeção Intravítrea ou Intraocular, É um procedimento médico que causa um desconforto mínimo e vem sendo essencial no combate à cegueira.

Como é feito o procedimento? É feita a injeção no olho liberando medicamentos específicos no Vítreo (ou Humor Vítreo).

Em novembro, vestimos azul contra o diabetes!

Fontes: CBO – Conselho Brasileiro de Oftalmologia e SBD – Sociedade Brasileira de Diabetes.

Publicação: 09.11.2020